8 08, 2023

DORMIU A SENHORA EM ASSUNÇÃO TRIUNFANTE E GLORIOSA PARA A ETERNIDADE

Silêncio…! Silêncio…! Silêncio…!, que a Senhora sente que toda a sua alma acende-se suave e pacificamente nocalor saboroso, misterioso e infinitamente inalterável do beijo divino da Imutabilidade por essência num ato trinitário… E sem quase apercebê-lo…, sem dar-se conta…, sem notar nada…, a Senhora encontra-se, num abrir e fechar de olhos deleitável…, suave e silencioso…, diante daquele Deus que Ela contemplara e possuíra durante toda a sua vida; mas agora, realizado o grau de divinização determinado pelo mesmo Deus, é arrebatada e introduzida na câmara nupcial, para ter na Pátria o mesmo que tinha no desterro, mas em posse plena, gozosa e absoluta de Eternidade...

8 04, 2023

BEM-VINDO SEJA O HOMEM AO SEIO DO PAI!

Que sábado de triunfo tão glorioso!, no qual a alma do Unigênito de Deus, que ao mesmo tempo é o Filho do Homem, abre pelo fruto da sua Redenção os portões suntuosos da Eternidade, fechados desde o Paraíso terrestre pelo pecado em rebelião dos nossos primeiros Pais; e alçam-se as antigas comportas diante do passo impetuoso de irresistível poderio da alma do Unigênito de Deus imolado, em triunfo de glória.

16 03, 2023

MEU DEUS, MEU DEUS, POR QUE ME ABANDONASTE…?

Que luta –sem luta–, a que se estabeleceu entre a Santidade do Pai ofendida, que não podia aceitar o pecado, e a mesma Santidade que, no seu Unigênito, volvida para o Pai, implorava-o, em laceração suprema de infinita e cruenta imolação: «Abraça-me com toda a humanidade, ou me rechaças com toda ela».

14 02, 2023

A EXCELÊNCIA DE DEUS

Era tanta a excelência de Deus, tão imensa a grandeza do seu infinito ser na plenitude da sua força, tão infinitamente distinto e distante de tudo o que Ele não era, que tudo o que não era Ele, diante da minha mirada espiritual, praticamente passava a não ser… Nada era senão Deus!, porque Deus se era o único que era na plenitude excelente do poderio do seu infinito, consubstancial e coeterno ser divino.

11 11, 2022

O CAMINHO DA VIDA

Todos corremos com uma mesma velocidade, ainda que nem todos chegaremos a um mesmo termo, apesar de que o termo que Deus quis para todos é o mesmo; mas não o podem conseguir senão aqueles que, vivendo do sobrenatural mediante a vida da graça e sob o ímpeto do Espírito Santo, têm asas, e asas de águias reais, que os fazem capazes de franquear o insondável Abismo que existe entre a Vida e a morte, entre a terra e o Céu.

Go to Top