A EXCELÊNCIA DE DEUS

Era tanta a excelência de Deus, tão imensa a grandeza do seu infinito ser na plenitude da sua força, tão infinitamente distinto e distante de tudo o que Ele não era, que tudo o que não era Ele, diante da minha mirada espiritual, praticamente passava a não ser… Nada era senão Deus!, porque Deus se era o único que era na plenitude excelente do poderio do seu infinito, consubstancial e coeterno ser divino.