PINCELADAS SOBRE A FIGURA ESPIRITUAL E HUMANA DA MÃE TRINIDAD DE LA SANTA MADRE IGLESIA

virgen

No dia 28 de julho de 2021, uma voz apagou-se na Igreja. Deixou-se de ouvir uma canção subjugante de Igreja viva e palpitante. E a saudade de um «adeus», embarga os corações de quantos tem conhecido e tratado de perto com a Mãe Trinidad de la Santa Madre Iglesia.

Mas também é verdade, segundo os planos insondáveis do Senhor arden-do em zelos pela glória da sua Amada, a Igreja, que o eco dessa canção seguir-se-á ouvindo ainda mais potente em toda a Igreja pelos numerosos escritos, os vídeos, as palestras e a própria vida da Mãe Trinidad; e também pela descendência que o Senhor um dia pedira-lhe: «Dá-me descendência que faça o mes-mo, para ter-te sempre diante de mim»